Vinho é bom mas whisky é mais rápido…

Música do dia: Ozzy Osbourne – Suicide Solution

“Wine is fine, but whiskeys’ quicker, suicide is slow with liquor… Take a bottle drown your sorrows, then it floods away tomorrow…”

Essa sem sombra de dúvida é a frase que melhor define a atualidade, o bom e velho Ozzy sempre foi e sempre será um visionário para mim. Para quem ficou com preguiça de traduzir no Google Translate, ou similares, aqui vai uma tradução livre (perdão, pode ser uma tradução descuidada, meu português anda meio enferrujado, hehe): “vinho é bom, mas o whisky é mais rápido, suicídio é lento com bebidas… Tome uma garrafa para afogar suas mágoas, aí elas transbordarão amanhã…”

Odeio traduções, o sentido da frase se perde muitas vezes na tradução… enfim, em inglês faz sentido 🙂

Tive o prazer de ouvir essa música sendo utilizada no seriado Californication, em um de seus primeiros episódios, há longos 7 anos atrás, quando ainda tinha o canal Warner (bons tempos…)

Claro que o uso foi a la Californication, ou seja, uma cantada barata do nosso querido escritor (ele ainda não havia se tornado um professor), Hank Moody (David Duchovny, o agente Mulder do Arquivo X), que deu certo, mas nem tanto. A garota em questão levou a coleção de vinis e a guitarra dele embora após o mènage (mas devolve tudo depois…)

Voltando às maravilhosas estrofes do grande Ozzy, o que a sociedade aconselha é justamente isso: afogue as mágoas hoje, amanhã é outro dia… Por isso eu gosto tanto do Ozzy, ele não tem papas na língua, diz na lata o que pensa e ponto e mais, acrescenta que se tu for fazer isso, que faça direito: vinho é bom, mas whisky é mais rápido… (filósofo!)

É claro que esse conselho, como vários outros que a sociedade nos dá, está nas entrelinhas sempre, seja na educação (notas ruins = está ferrado mesmo, partiu beber), no trabalho (muito stress, frustração? Happy Hour é a solução), no dia-a-dia mesmo (aquele dia do cão, em que cortaram a fila na sua frente, não te deram o troco certo ou passarinho esolheu você como alvo, beba um pouquinho que logo passa…), entre vários outros exemplos…

Não importa o que esteja te oprimindo, é mais fácil afogar as mágoas bebendo que enfrentar de peito aberto, doa o que doer. É a filosofia do ser político: como causar menos atritos? Enfrentando o problema de frente e criando possíveis inimizades ou simplesmente ignorando-o para manter o status quo? A segunda opção é sempre a mais válida aos olhos da sociedade.

Algo bem oportuno para os produtores de bebidas não é mesmo? Diria o mesmo para os traficantes de drogas, quando a bebida não faz mais efeito (o Ozzy que o diga…).

Bom, o fato é que a bebida pode afogar as mágoas instantaneamente, mas o efeito é momentâneo, então, trate de encarar os problemas de frente e de peito aberto, senão só vai ficar aí, se embebedando, se drogando, se enganando…

Sobre SeuLeco

Um unespiano nômade que adora administração pública.
Esse post foi publicado em besteiras e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s